Plano CV ONS

+A -A

Vantagens

  • Benefícios programáveis de acordo com o saldo individual acumulado até o momento da aposentadoria.
  • Benefícios de Pecúlio por Invalidez ou por Morte para o caso desses eventos enquanto ativo no plano.
  • Benefício de Auxílio Doença para os casos de afastamento por doença ou acidente enquanto ativo no plano.
  • Possibilidade de realização de contribuições adicionais para maximizar o abatimento permitido na declaração do ajuste anual do Imposto de Renda ao mesmo tempo que aumenta seu saldo de contas.
  • Possibilidade de conversão dos benefícios em renda paga vitaliciamente, inclusive para os beneficiários indicados.
  • Escolha livre de beneficiários para recebimento de Pensão por Morte.
  • Benefícios recalculados anualmente durante a renda programada para adequação do saldo remanescente ao prazo contratado e pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC quando vitalício.

Tabela de Contribuição

 Para cálculo da Contribuição Normal dos Ativos, deve-se:

(1) Identificar o valor da Remuneração para fins de contribuição dentre as faixas a seguir.

(2) Multiplicar o valor da Remuneração para fins de contribuição pelo percentual da respectiva faixa.

(3) Descontar do valor obtido em (2) a parcela a deduzir exposta na tabela.

FAIXA SALARIAL PERCENTUAL PARCELA A REDUZIR
Até R$ 5.173,14 2,00%
Acima de R$ 5.173,14 10,00% R$ 413,85

Tabela de Tributação Imposto de Renda

 Dedução das Contribuições Previdenciárias na Declaração de Ajuste Anual do Imposto de Renda

O participante que realizar a versão completa da Declaração de ajuste anual do Imposto de Renda poderá deduzir 100% das contribuições realizadas para o plano, limitadas a 12% do seu rendimento bruto anual.

 Dedução de Imposto de Renda dos Benefícios Previdenciários

Os participantes de Planos das modalidades de Contribuição Definida e Contribuição Variável, ao se inscreverem devem optar pela incidência da tabela regressiva ou progressiva de Imposto de Renda.

 Tabela Progressiva

Os participantes que optaram por ser tributados de acordo com a tabela progressiva de Imposto de Renda terão incidindo sobre seus Benefícios as alíquotas que variam de 0 a 27,5%, de acordo com a tabela abaixo:

BASE DE CÁLCULO ALÍQUOTA PARCELA A DEDUZIR DO IRPF
Até R$ 1.903,98
De R$ 1.903,99 até R$ 2.826,65 7,5% R$ 142,80
De R$ 2.826,66 até R$ 3.751,05 15% R$ 354,80
De R$ 3.751,06 até R$ 4.664,68 22,5% R$ 636,13
Acima de R$ 4.664,68 27,5% R$ 869,36

 

 Tabela Regressiva

Os participantes que optaram por ser tributados de acordo com a tabela regressiva de Imposto de Renda terão as alíquotas incidentes sobre seus benefícios variando de acordo com o tempo de acumulação dos recursos, conforme tabela abaixo:

PRAZO DE ACUMULAÇÃO DOS RECURSOS(*) ALÍQUOTA INCIDENTE NA FONTE
Inferior ou igual a 2 anos 35%
Superior a 2 anos, mas inferior ou igual a 4 anos 30%
Superior a 4 anos, mas inferior ou igual a 6 anos 25%
Superior a 6 anos, mas inferior ou igual a 8 anos 20%
Superior a 8 anos, mas inferior ou igual a 10 anos 15%
Superior a 10 anos 10%

 

(*) O prazo de acumulação poderá ser calculado por uma das seguintes formas: Primeiro a Entrar Primeiro a Sair (PEPS), caso o benefício não seja calculado em regime atuarial, ou Prazo Médio Ponderado (PMP), caso contrário. Em ambos os casos, cada aporte e seu respectivo valor e data do aporte serão considerados.

Para os benefícios não programáveis incidirá a alíquota de 25% quando o prazo de acumulação for igual ou menor do que 6 anos, passando a incidir os valores da tabela acima nos prazos maiores.

 Imposto de Renda sobre os Institutos:

Caso o participante tenha optado pela tabela progressiva, os resgates têm retenção na fonte de 15%, a título de antecipação, compensável na declaração anual. No caso da opção pela tabela regressiva, retenção na fonte é feita de acordo com a tabela apresentada acima. Entretanto o prazo de acumulação é calculado pelo Primeiro a Entrar Primeiro a Sair (PEPS), ou seja, a tributação dos recursos é feita de acordo com o tempo em que ficaram rendendo no plano. Sobre a portabilidade não há qualquer dedução.

Como Aderir ao Plano

• Para aderir, basta ser empregado de uma das patrocinadoras da Eletros.

• Não há necessidade de fazer qualquer aporte inicial.

• Suas contribuições mensais serão descontadas diretamente na sua folha de pagamento e podem variar conforme percentual a incidir sobre a sua remuneração.

• É possível fazer contribuições adicionais a qualquer momento.

• Você pode abater do Imposto de Renda até o limite de 12% da sua renda bruta anual.

• Durante o período de acumulação, você está isento de tributação.

Documentos necessários para inscrição de participante (original e cópia)
Carteira de Identidade
CPF
PIS ou PASEP
Carteira de Trabalho e Previdência Social (Original), como também a cópia da folha de qualificação civil – frente e verso (“folha da foto”) e de todos os contratos de trabalho existentes na CTPS
Contrato de Trabalho com a patrocinadora
Certidão de Casamento ou Declaração de União Estável (caso queira incluir o cônjuge como beneficiário)
Certidão de Nascimento (caso queira incluir o filho como beneficiário)
Número do CPF e a data de nascimento dos beneficiários

 

 Atualmente, o processo de adesão funciona da seguinte maneira:

  1. Contratação do empregado pela patrocinadora
  2. Comunicação da contratação por parte do RH da patrocinadora à ELETROS
  3. Após análise do perfil do empregado, a Gestão de Relacionamento com o Participante da ELETROS (GRE) entra em contato para  realizar agendamento de adesão ao plano

Como solicitar o benefício:

Após o término do vínculo empregatício com a patrocinadora, o participante deverá entrar em contato com a área de Relacionamento com o Participante da ELETROS, por meio do telefone (21) 2138-6000 ou e-mail atendimento@eletros.com.br, para agendar o atendimento.

Como Solicitar o Benefício

 Saiba o que fazer para dar entrada no benefício de Renda por Aposentadoria junto à ELETROS:

1. Após o término do vínculo empregatício com a patrocinadora, o participante deverá entrar em contato com a área de Relacionamento com o Participante da ELETROS, por meio do telefone (21) 2138-6000 ou e-mail atendimento@eletros.com.br, para agendar o atendimento.

2. A concessão do benefício ocorrerá mediante o requerimento do participante, em formulário específico disponibilizado pela ELETROS.

3. O participante deverá apresentar à ELETROS uma cópia do termo de rescisão do contrato de trabalho para o requerimento do benefício regulamentar do Plano.

4. A abertura de conta corrente no Banco Santander deverá ser providenciada pelo participante, caso não possua, para o recebimento do benefício.

5. O benefício regulamentar será processado pela ELETROS a partir do mês seguinte ao requerimento, com efeito retroativo à data do início do benefício.

6. O pagamento será realizado no dia 25 de cada mês, sendo antecipado para o dia útil anterior, caso a data ocorra em final de semana ou feriado.